Dicas de consumo - Tomate

Tomate
prod_tomate

O tomate foi levado para a Europa no século XVI pelos espanhóis, mas foi ignorado durante quase 200 anos. Era usado como planta ornamental e temia-se que fosse um fruto venenoso, supostamente devido sua conexão com as mandrágoras, variedades de Solanáceas usadas em feitiçaria. Posteriormente foi classificado como afrodisíaco, até que a cidade de Nápoles, um dos centros de referência da Dieta Mediterrânea, ajudou a construir a fama mundial do tomate. Foi trazido para o Brasil na época da colonização, mas seu cultivo só teve grande expansão depois do fluxo das imigrações nas regiões Sudeste e Sul. A partir de 1970, o cultivo do tomateiro expandiu sua fronteira para todos os estados brasileiros.

O tomate é o fruto da planta Lycopersicon lycopersicum da família Solanaceae. Apesar da crença generalizada de que seja um legume, é um fruto com segmentos interiores carnudos repletos de sementes envoltas por uma matriz aquosa. É muito popular, versátil e disponível numa grande variedade de tamanhos, formas e cores.

O consumo do tomate é recomendado pelos nutricionistas por ser um alimento de baixo valor energético, oferecer grande quantidade de água, que representa 94% de seu peso, e rico em licopeno, vitamina C e ácido fólico, assim como potássio e magnésio. O licopeno, um caroteno responsável pela cor vermelha do tomate, é um antioxidante que protege as células das agressões provocadas pelos radicais livres.

Fonte:

http://www.todafruta.com.br/todafruta/mostra_conteudo.asp?conteudo=18927

http://www.ceagesp.gov.br

http://www.nestle.pt/bemestar/presentation/nutricao/Alimentos.aspx?id=226

Twitter Facebook Email