Dicas de consumo - Abacaxi

Abacaxi
abacaxi

Fruto símbolo das regiões tropicais, de polpa refrescante e cheia de caldo.

O abacaxi ou ananás foi descoberto para o velho mundo em 4 de novembro de 1493, quando Cristóvão Colombo descobriu a ilha de Guadalupe, onde encontrou e experimentou o fruto, que era amplamente disseminado na América Tropical, desempenhando parte importante na alimentação das populações indígenas. Acredita-se que no final do século XVII, a planta já era conhecida na maioria das áreas do globo.

Hoje, o abacaxi é um autêntico fruto símbolo das regiões tropicais e subtropicais.

De perfume forte e sabor variado, ora dulcíssimo, ora bastante ácido, esse conjunto de frutos do abacaxi possui uma polpa refrescante e cheia de caldo. Tais virtudes o recomendam como fruta que se presta à produção de compotas, doces cristalizados, geléias, sucos, sorvetes, cromes, gelatinas e pudins.

No Brasil faz-se também uma bebida, chamada alua, bastante conhecida e apreciada no nordeste: deixam-se as cascas do abacaxi imersas em água por alguns dias, até que se processe a sua fermentação.

O abacaxi é, seguramente, uma das frutas tropicais mais populares do mundo, sendo muito utilizada no preparo de coquetéis de espírito festivo, tais como a mundialmente famosa pina colada, feita com suco de abacaxi e rum.

Além disso, dos restos do abacaxizeiro pode-se extrair a bromelina, uma enzima nobre que ajuda a decompor proteínas, resultando dessa extração um bagaço consistente que pode ser utilizado como ração animal.

Informações nutricionais

O abacaxi possui um alto teor de vitamina C, é rico em sais minerais (cálcio, fósforo e ferro), açúcares, vitaminas, o qual produz benefícios para a saúde. Além de conter celulose (substância indispensável para o bom funcionamento intestinal) e bromelina (substância que facilita a digestão das carnes), devendo ser consumido preferencialmente ao natural. Aliado da beleza retira as células mortas da pele, rejuvenescendo-a. Por isso mesmo, também é excelente nos processos de cicatrização.

Dicas culinárias

Em pratos salgados, o abacaxi fica muito bom com carne de porco, peixes, crustáceos e aves de carne gordurosa.

Em saladas e bebidas o abacaxi é muito usado junto com outras frutas.

Quando for fazer sorvete ou gelatina de abacaxi, ferva o suco e a polpa antes de preparar. Caso contrário, a fruta não se solidifica.

A casca do abacaxi pode ser usada para fazer suco. Descasque a fruta, deixe a casca repousar numa vasilha com água por algumas horas e depois bata no liquidificador e coe. Sirva gelado.

Os abacaxis que tiverem as folhas da coroa com espinhos são menos ácidos.

O abacaxi com presunto é um ótimo tira-gosto.

Para que o abacaxi verde amadureça, deixe-o à temperatura ambiente, enrolado em jornal e longe da luz direta do sol.

O suco do abacaxi é um ótimo molho para umedecer presunto, lombo ou frango enquanto assam.

Curiosidades

Os índios da América costumavam pendurar folhas de abacaxi, ou mesmo o fruto, na porta das cabanas para indicar que as visitas eram bem-vindas.

A expressão “abacaxi”, usada para designar um problema ou uma encrenca, vem da dificuldade que se têm de se descascar bem o fruto.

Propriedades medicinais do abacaxi

Origina-se da América Tropical, sendo também cultivado em outros países de clima tropical e subtropical. Pertence à mesma família botânica do gravatá e da samambaia conhecida como barba-de-velho, da família das bromeliáceas.

Ajuda a tratar de:

- afecções da pele (acnes, cravos e espinhas)

- chagas

- esclerodermias

- excesso de líquido no organismo

- feridas

- problemas digestivos

- psoríases

- úlceras

Utilidades Medicinais

Anemia

A acidez do abacaxi favorece, na digestão, a absorção de ferro. O anêmico pode, no intervalo das refeições, usar um pouco de suco de abacaxi diluído em água e adoçado com melado de cana.

Diurese

O suco de abacaxi é excelente diurético.

Inapetência

O suco de abacaxi, sem açúcar, tomado em pequena quantidade uma ou duas horas antes da refeição, ajuda a abrir o apetite.

Nefrolitíase

Para auxiliar na eliminação de cálculos, há tratamentos naturais específicos.

O suco de abacaxi pode participar juntamente com outros sucos e chás.

Pode-se passar alguns dias com dieta exclusiva de abacaxi, e tomar chás como o de quebra-pedra, folha de abacate, cana-do-brejo e cavalinha. Convém, entretanto, seguir orientação médica para cada caso.

Pérola

Planta de crescimento ereto, folhas com 65 cm de comprimento, fruto cilíndrico (levemente cônico no ápice) com cor verde-amarelada, 3-8 rebentos na base, polpa amarelo-palida com baixa acidez. Sensível à fusariose e à fasciação.

Dicas para comprar

Procure os que estão sem defeitos, tais como: – manchas; – marcas; – deterioração; – deformidade.

A melhor maneira de saber se o abacaxi está no ponto exato para ser consumido, é quando uma das folhas da coroa se solta com facilidade ao ser puxada, lembrando que ele não amadurece facilmente depois de colhido.

Pressionar ligeiramente a casca: se estiver macia, é sinal de que está bom para ser consumido de imediato. Ao contrário, se passar do ponto, a casca apresenta manchas escuras e algumas partes ficam amolecidas de mais, principalmente junto à base; – os menos ácidos são aqueles que têm pequenos espinhos na coroa. Procure adquirir os que têm boa fragrância e a polpa amarela clara ou branca.

Dicas para guardar

Para que o abacaxi verde amadureça, deixe-o à temperatura ambiente, enrolado em jornal e longe da luz direta do sol.

Dicas para consumo

É uma fruta muito versátil e que se presta à composição de inúmeros pratos tanto os doces quanto os salgados, tais como: – compotas; – doces cristalizados ou em pasta; – geléias; – sucos; – pudins; – saladas; – bebidas; – sorvetes; – gelatinas.

Obs.: No caso dos dois últimos, é preciso ferver o suco e a polpa antes de preparar, pois, caso contrário, não haverá a solidificação. Se quiser fazer um suco bem concentrado, use a própria casca da fruta, assim procedendo: – Descascar a fruta, deixar a casca repousar numa vasilha com água por algumas horas, e depois bater no liquidificador e coar, servindo gelado.

ATENÇÃO: As pessoas com tendência a aftas bucais, ou mesmo com alto nível de acidez estomacal, devem evitar sempre a ingestão do abacaxi, ou então, fazer uso moderado e esporádico.

Fonte:

http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/abacaxi/abacaxi

Twitter Facebook Email